Como é premeditado tanto tempo um julgamento de tortura opala antena genética da linha de Marinha de Guerra Portuguesa operativa médica com inicio a uma escala de destituir uma praça publica o fomento geral da convenção relacionada e mais a busca de uma cura a mexer e roer sim como distribui mulher vida do coeficiente relacionado a procura de caminho vivido em todo da comunicação social que minha vida domestica não arraste de mesmo potencia de encaixes que a planta vive em sofrer e contorcer a mais valia militar que não defende julgar a minha condição como a fibra de unção que tudo em corrupção civil a este atentado continua um marcador de eu ser ingénuo e viver as custas da transposição que minha imaginação não combate nem é suficiente a prova desmoronada da literal convicção somada em factores que me apaga a relação de um crime de me fazer inferior e desvanecido das mulheres de mercado que querem alcançar uma esquerda lúcida da vida em me suprimir da vagina do lado esquerdo sim e eu ficar sem ligação ao mundo como é legal ainda imaginar que pessoa essa fizer mas não existe e portanto a Marinha de Guerra Portuguesa quer que eu não seja provido de justiça e faz minha vida um inferno de medidas ao calculo que mais o meu médico militar coordena e alcança destituir-me de  verdade que alcança o que mais configura um sistema sem ligação de termo cura e significado real da manifestação pessoal conduzida já a muito numa escrita que me priva de alcance de estação comparar a que mais medida toma a busca em substancia com luz que a veia do juiz culpa de tudo que mau e mal funciona de roda da minha custodia vivida e de mais como prefere o crime do comercio alcançar a unção de me destruir em prova da ocupação da corrupção e tortura do sujeito que consome mais a enfraquecer e estabelecer disfunção minha situação e colocação inerência da forma falada e comunicada em mental do social e mais que o que valida de torturar minha capacidade de manifesto de vida a consulta de hospital e terminal da policia que confia me magoar e agravar mais ainda a geografia da geometria que o molde da Marinha de Guerra Portuguesa me falsifica e codifica como um cabrão de merda?

Posted in Sem categoria | Leave a comment

sem-titulo

Uma cura, Marinha de Guerra Portuguesa valida esta mulher como unir o corpo da veia do juiz que culpa de puxar minha linha esquerda genética opala e antena na planta de vida ao sol, como então já aqui em longos anos de montagem meu médico mental dialogo faz de valer uma presença que ao mexer e roer mover um condição submissa a que edifício mais a atómica que preserva continuar sem ir a consulta, neste local sabe que se forma em corpo uma validade que se submete esclarecer este modo de proceder sem resultar na verdade uma afirmação em complemento que faz racional o mutuo de operativo aqui como consciencializa a ciência que comete validar em parte como respirar do lado esquerdo ao pulmão cilindro da planta e opala que ao mesmo define então colocar igual preservado de vida atingir?

Posted in Sem categoria | Leave a comment

Como funcionar a planta luz e como operar condições que as mulheres curem aqui o longo exercício que obriga meu esforço pela rotativa em celebrar antena opala sol ovário o que mais da veia fui puxado e assim retratar a situação livre publica do confronto a sanar, têm vindo a ser uma condição que João Torres meu médico do Hospital da Marinha não classifica como mais a raiz genética proporciona então esclarecer o que urge de tomada a situação chegada hoje com a modelo que invade em progredir uma cura, uma situação má e com um intuito maléfico que mais sua postura causa o impacto fraco da medida e mediação do tratamento, aqui têm sido forçado e exagerado toda a colocação de vida que entenda meu processo a uma cura envolver termos imediatos da solução de vida publica e domestica sem alusão de efeito penal tudo a inspecção que faz atravessar de meu corpo e como o ambiente natural sutura essa mesma vida do funcionamento local, pedir a si uma solução é deferir da palavra que existencial pronuncia validar meu aceitar desta operação e mesmo invalidar todo o conjugativo que situa acção da operativa a fala de ar com que sutura aqui minha mulher directa a saturação.

Posted in Sem categoria | Leave a comment

Uma operação que continua a Marinha de Guerra Portuguesa confirmar sem assumir que medição fora tomada, aqui opala antena genética da veia puxada a linha de igualar o que se transmite em sistema, uma evolução que não têm acompanhamento médico e sem solução uma situação que meu médico Torres criou com o Hospital da Marinha em todo o plano que transcreve como se situa a mesmo dado uma tangencia da determinação em apurar que sujeição continua imperar a luta e combate de destino ao sol como referente marque toda a substancia efectiva que a geometria da opala em linha corrente e como a orelha se situa para ser mexida ao longo do que impera fazer uma determinação que nunca alcança a verdade que sou colocado aqui em casa pela minha família ao que verdade me situar e como evoluir então tudo que se condiciona uma mulher do ovário fazer ainda o resultante de necessidade acústico do volume que possui ainda inscrever como se efeito tem vindo a Marinha de Guerra Portuguesa igualar e determinar o que mais corrigir e por reserva sujeitar a minha vida tudo que da minha esquerda foi puxado para me fazer inferior ao que acordo exista então determinar o que é meu caso de luta aqui um combate de resistência em silencio da verdade sujeito a infracção e muito mais que prova minha planta na ordem de uma mulher o rasgo atómico a a cósmica do lugar a linha de confecção perante muito mais activo, este colocar de operação é em opressão e tortura da verdade médica que longos anos situa a minha condição e o como remeter aqui o pedido do médico Torres que me sujeite e assim deformado sem exemplifica que determine meu combate a luz da prova de vida sem manifesta verdade aqui de situação e colocação que sou metido responder um longo operar de sistema que nem sol existe come a planta da antena no olho ao cilindro viaje opala como igualar ovário em tensão de inscrita utilidade de final a atingir o objecto operativo somado em arquitectura normal da condição urbana como o judicial de conter ainda mais de determino a fechar colisão.

Posted in Sem categoria | Leave a comment

sem-titulo

Posted in Sem categoria | Leave a comment

In damage along top model see how difficult is operate the conditions follow many years touch the ear result left side combination element montage, and so few inspiration become solve what an pulled body left side destiny sun recover along cosmic plant intelligence!

Posted in Sem categoria | Leave a comment

Sem título.JPG

Serviço militar Hospital da Marinha Lisboa, como é que hoje sou feito neste sistema que não me guarda consulta viver após esquizofrenia e a violência dessa cura puxar a veia esquerda linha orelha testículo sem paragem modelo de consulta aqui do factor vivido entre os meus vinte anos e agora quarenta com três mulheres penetradas, fica uma situação não verificada como aqui nesta cidade de Coimbra quis ser pintor e agora sou escritor mas em prova de risco a minha integração e verdade de corresponder em operação em silencio do oficial que conheci e representa a minha defesa ao médico de ultima verificação do meu caso de saúde em mais que eu justifique uma mulher qualidade de cura e então o que representa esta opala antena genética veia linha puxada como culpa juiz de tudo e em nada acontece justiça que se sabe como minha vida procriar então na condição furtada da imaginação do binário e sol do comporte da tal planta que a antena efeito espacial e sem justiça outra vez como implementar uma correcção do que de todo é provar companhia e servir aqui em operativo pensamento de seu dialogo arquitectura que nem têm lugar o corpo nesta estrutura validade sucinta?

Posted in Sem categoria | Leave a comment